Sebo Capricho

Parcelas até 12x no cartão

Entregas para todo o Brasil

Entregas de Moto Táxi para Londrina

Whatsapp: (43) 991271035
(43) 3028-8581
BLOG

O maior acervo de livros usados do Paraná

Carrinho (0)
Busca Rápida:
Blog Sebo Capricho
Vamos por mais poesia em nossas vidas?
Toda Rede
16 de Dezembro de 2020

 

Na semana em que Adélia Prado -  uma das mais célebres poetisas brasileiras - completa 85 anos, o Blog do Sebo Capricho lança um desafio: que tal colocar mais poesia na sua vida? Para nos ajudar nessa jornada, convidamos a bacharel em Direito Fabiana Pacheco, uma declarada fã de poemas, para compartilhar dicas sobre esse gênero literário.


Leitora voraz desde a primeira infância, Fabiana conta que foi inspirada pela mãe a se enveredar pelo universo dos livros. “Minha mãe sempre leu muito, então cresci com livros e revistas espalhados pela casa. O primeiro livro pelo qual tenho memória de ter me apaixonado foi ‘Bom dia, todas as cores’, da Ruth Rocha . Eu devia ter uns 6 anos”, recorda. 


A descoberta da poesia


O encantamento pela poesia aconteceu, na vida de Fabiana, por influência de um professor de português do Ensino Fundamental, o Prof° Gilson, que sempre utilizava poemas e letras de música para ensinar gramática. “Não sei exatamente qual foi o primeiro poema que me deixou encantada, mas um dia caiu na prova ‘E agora, José?’, de Carlos Drummond de Andrade, e me lembro de ter pensado: ‘caramba, esse cara entende de solidão’! E nunca mais esqueci desse poema”, conta.


Para Fabiana, a poesia mostra o mundo de um jeito especial, pois nos conecta com percepções que costumam passar batido na correria louca da vida. O que mais a fascina, no gênero, é a capacidade dos poetas compreenderem e traduzirem os sentimentos. E de ver beleza nas pequenas coisas do cotidiano.


adelia prado.jpg
Créditos: Ministério da Cultura

 

Adélia Prado


Nossa entrevistada tem muitos poetas preferidos, mas confessa que, no momento, não saem de sua cabeceira o querido Paulo Leminski e a aniversariante Adélia Prado. Ela revela que Adélia sempre a emociona pela simplicidade com que descreve o cotidiano. “Uma mulher comum deixando uma visão bonita e poderosa sobre a vida comum”,  resume.

 

E se você não conhece Adélia Prado, corre para o site do Sebo Capricho! Temos uma seleção das mais importantes obras desta poetisa que se destacou no movimento modernista brasileiro. Além de escrever poesia, Adélia também atuou como professora, filósofa, romancista e contista.

 

E como já é tradicional aqui neste cantinho, perguntamos a Fabiana Pacheco quais são as dicas dela para inspirar leitores a se interessarem por poesia. “Todo mundo tem que dar uma chance à poesia, pois ela melhora tudo, até o sofrimento”, garante.


Para começar, ela sugere os poetas clássicos. Afinal, “ninguém resiste a um Fernando Pessoa”. E continua:


Pra ver beleza nas coisas simples do mundo: Mário Quintana e Manoel de Barros.

Para se divertir com sacadas inteligentes e geniais: Paulo Leminski

Para qualquer ocasião e sempre: Carlos Drummond de Andrade

E pra não deixar passar a oportunidade, vamos ler as meninas da nova geração da poesia: Ryane Leão.


Compartilhe:
Deixe um comentário