Sebo Capricho

Parcelas até 12x no cartão

Entregas para todo o Brasil

Entregas de Moto Táxi para Londrina

Whatsapp: (43) 991271035
(43) 3028-8581
BLOG

O maior acervo de livros usados do Paraná

Carrinho (0)
Busca Rápida:
Blog Sebo Capricho
Livros de escritores africanos que você precisa conhecer
Toda Rede
19 de Novembro de 2020

 

O Dia da Consciência Negra, celebrado em 20 de novembro, é uma data para nos lembrar sobre a importância da representatividade negra na sociedade. Na literatura, cada vez mais, autores africanos ganham notoriedade pela excelente qualidade de sua escrita e por exporem as consequências das desigualdades enfrentadas por nações africanas, principalmente após as ações imperialistas que impuseram costumes ocidentais a povos tradicionais. 


Alguns autores africanos já foram reconhecidos pelo Prêmio Nobel da Literatura, tiveram suas obras traduzidas para diversas línguas e figuram nas prateleiras de grandes livrarias em todo o mundo. No Sebo Capricho não poderia ser diferente! No nosso site, você encontra os melhores autores da literatura africana. 


Para ajudar a conhecer um pouco mais sobre eles, separamos quatro autores africanos que você não pode deixar de ler. 


 

As alegrias da maternidade - Buchi Emecheta

 

A autora nigeriana Buchi Emecheta usa experiências da própria realidade para contar histórias sobre as consequências do imperialismo na vida das mulheres nigerianas. Em “Os desafios da maternidade” ela relata a história de Nnu Ego, filha de um grande líder de uma tribo igbo, que seguindo os costumes de seu povo é enviada como esposa para um homem na capital da Nigéria. Por acreditar que precisava se tornar mãe para ser uma mulher completa, ela acaba se submetendo a condições de vida precárias. Mais que uma história de maternidade, o livro mostra como a presença de colonizadores europeus na Nigéria interferiu na manutenção dos valores nativos e as consequências desse contato para os povos tradicionais. 

 

Americanah - Chimamanda Ngozi Adichie

 

A nigeriana Chimamanda é uma das mais importantes escritoras da atualidade. Em “Americanah”, a capital da Nigéria, Lagos, que enfrenta uma ditadura militar nos anos 1990, é o pano de fundo para uma história de amor entre Ifemelu e Obinze. Mas o livro vai muito além do simples romance, ao debater questões raciais enfrentadas pela protagonista quando ela deixa a Nigéria para viver como imigrante negra dos Estados Unidos. 

 

O engate - Nadine Gordimer

 

Nascida em Joanesburgo, a sul-africana Nadine Gordimer escreveu mais de 30 livros, nos quais explorou o regime do Apartheid e a segregação racial que assolou seu país. Em “ O engate”, ela conta a história de amor entre a sul-africana Julie, branca de família rica, que apaixona-se por Abdu, imigrante de origem árabe. Eles partem para a terra natal de Abdu, uma aldeia miserável no deserto, mas a relação é abalada pelas promessas de uma viagem aos Estados Unidos.

 

Sair da grande noite - Achille Mbembe

 

O filósofo e teórico político Achille Mbembe nasceu nos Camarões em 1957. Estudioso da histórica da África, do pós-colonialismo e seu impacto nas relações de poder contemporâneas, no livro “Sair da Grande Noite” , o autor analisa os impactos do rompimento com a dominação colonial que imperou na humanidade há pouco mais de meio século.

Compartilhe:
Deixe um comentário