Sebo Capricho
Parcelas até 12x no cartão
Entregas para todo o Brasil
Entregas de Moto Táxi para Londrina
Whatsapp: (43) 991271035
(43) 3028-8581
BLOG
O maior acervo de livros usados do Paraná
Carrinho (0)
Busca Rápida:
Blog Sebo Capricho
Língua Portuguesa eternizada pelos autores clássicos e contemporâneos
Toda Rede Comunicação
05 de Novembro de 2019

Em 05 de novembro é celebrado o Dia da Língua Portuguesa entre os países que têm o português como língua principal. Uma data para lembrar sobre a importância cultural e histórica do idioma. Aqui no Sebo, celebramos esse dia lembrando autores clássicos e contemporâneos e que ajudam a eternizar a língua portuguesa. Obras e autores que podem ser encontrados no nosso site.

 
Machado de Assis: clássico e fundamental. Autor de obras como Dom Casmurro, Memórias Póstumas de Brás Cubas e Esaú e Jacó. Um dos fundadores e primeiro presidente da Academia Brasileira de Letras, Machado é um dos grandes escritores brasileiros. Na poesia, destaca-se Carlos Drummond de Andrade, com sua genialidade e delicadeza. Foi autor de A Rosa do Povo, Amar se aprende amando e Amor Natural. Ganhou fama também suas crônicas, eternizadas em livros como Cadeira de Balanço, A Bolsa e a Vida e Caminhos de João Brandão.
 
Mais contemporâneo, Cristóvão Tezza tem entre suas obras o livro “O Filho Eterno”, onde narra as dificuldades e vitórias de se criar um filho com Síndrome de Down. Com esse livro ganhou em 2008 o Prêmio Jabuti. Em 2017 voltou a se destacar na mesma premiação com a obra “A Tradutora”. E este ano é um dos indicados ao Prêmio Jabuti com seu mais recente romance: A Tirania do Amor.
 
De outros países que também têm o Português como língua principal destacam-se os portugueses clássicos como Eça de Queiroz, autor de O Primo Basílio e Os Maias, e José Saramago, autor de Ensaio Sobre a Cegueira e Memorial do Convento. Mais contemporâneo, de Portugal também, destaca-se o escritor Valter Hugo Mãe, vencedor do Prêmio Literário José Saramago, em 2007, com “O Remorso de Baltazar Serapião”. É autor de outras dezenas de obras, incluindo algumas infantis, contos e poesias. Dele ainda destacam-se os romances O Apocalipse dos Trabalhadores e A Desumanização.
 
De Moçambique, o escritor Mia Couto tem encantado o Brasil e o mundo com sua escrita cheia de memória, poesia e delicadeza. São deles livros como Um rio chamado tempo, uma casa chamada terra e Terra Sonâmbula. Em 2013 foi homenageado com o Prêmio Camões.
 
Mais jovem, o escritor Ondjaki, da Angola, também tem contribuído para eternizar a língua portuguesa em romances repletos de poesia e realidade. Entre eles, “Os da minha rua” e “Os Transparentes”.
 
Quer celebrar o Dia da Língua Portuguesa? Leia um bom livro!
lingua-portuguesa.jpeg
Créditos: Arte/Reprodução
Compartilhe:
Deixe um comentário