Sebo Capricho
Entregas para todo o Brasil

Parcelas até 12x no cartão

Entregas de Moto Táxi para Londrina

Whatsapp: (43) 991271035
(43) 3028-8581

O maior acervo de livros usados do Paraná

Carrinho (0)
Busca Rápida:
Blog Sebo Capricho
Dia dos pais: literatura celebra a complexa relação entre pais e filhos
Carol Avansini
04 de Agosto de 2023

 

A relação entre pais e filhos é uma das mais complexas e profundas que existem. Ela é marcada por uma mistura de amor incondicional, cuidado, proteção e, ao mesmo tempo, desafios, conflitos e aprendizados.


 Ao longo das nossas vidas, essa conexão passa por diversas fases, moldando-nos e ensinando-nos importantes lições sobre quem somos e de onde viemos. No Dia dos Pais, o Sebo Capricho te convida a refletir sobre esta relação por meio da literatura. E, por que não, aproveitar a oportunidade para presentear seu pai com um boa história de paternidade.


Os livros, é claro,  têm o poder de capturar essa complexidade e nos mostrar que as relações familiares são únicas. Ao ler obras que abordam a relação entre pais e filhos, somos convidados a refletir sobre nossas próprias experiências, nos reconhecer nas páginas e, em alguns casos, até mesmo ressignificar nossa visão sobre essa relação tão especial.


As histórias nos ensinam que não há perfeição na paternidade ou na maternidade. Cada personagem é retratado com suas virtudes e defeitos, acertos e erros, medos e esperanças. Essa humanidade presente nas narrativas literárias nos mostra que, como seres humanos, estamos todos sujeitos a falhar, a aprender e a crescer ao longo do tempo.


Neste Dia dos Pais, convidamos vocês a mergulhar nas histórias que celebram a relação entre pais e filhos. Confira nossas dicas e compre o presente do seu pai aqui mesmo no nosso site!


Carta ao pai - de Franz Kafka

Em 1919, insatisfeito com a fria recepção paterna diante de seu noivado, Franz Kafka escreveu uma longa e pungente carta ao pai, o comerciante Hermann Kafka, que nunca foi enviada. Nela, o filho expõe a nu toda a sua mágoa em relação ao pai autoritário, chamando-o, alternadamente, de tirano, regente, rei e Deus. Publicada postumamente, a carta se tornou um documento perene na literatura universal.

 

Patrimônio - Philip Roth

No livro "Patrimônio", somos levados a explorar os sentimentos de um filho diante da iminente morte de seu pai, mas este não é um filho comum. O autor, conhecido como um dos melhores escritores contemporâneos, é frequentemente descrito como recluso e rabugento pelos críticos. No entanto, nesta obra, ele se abre de forma sincera e íntima, apresentando uma narrativa simples e envolvente.

 

O filho eterno - Cristovão Tezza

Em sua abordagem autobiográfica, o romance destaca os desafios enfrentados na criação de um filho com síndrome de Down, apresentando um olhar próximo e emocional sobre o pai. Sua excelência literária foi reconhecida pelo jornal O Globo, que o considerou uma das dez melhores obras de ficção desta década. Além disso, o livro atravessou fronteiras ao ser traduzido para várias línguas, e sua história inspiradora também encontrou vida nos palcos do teatro e nas telas do cinema.

 

 O papai é pop - Marcos Piangers

O tão aguardado retorno de "O papai é pop" está aqui! Nesta emocionante jornada, Marcos Piangers convida você a se sentar no banco de trás do carro, ao lado das filhas Anita e Aurora, para mergulhar em novas histórias — algumas comoventes, outras divertidas e até algumas um pouco nojentas — que exploram a experiência comum e extraordinária de ser pai. Um sentimento que transcende palavras e definições, algo que só pode ser vivido plenamente. Afinal, ter um filho não se trata de obter vantagens, descontos ou deduções fiscais, nem de receber balões grátis no shopping. É uma jornada que esgota suas economias, tira suas noites de sono, suja suas camisas novas e enche suas paredes de desenhos. Porém, o verdadeiro motivo para ter um filho é claro: é para aprender a amar outra pessoa mais do que a si mesmo.



Feliz Dia dos Pais!



pai-lendo-para-a-filha-dele.jpg
Créditos: Foto por Freepik
Compartilhe:
Deixe um comentário