Sebo Capricho

Parcelas até 12x no cartão

Entregas para todo o Brasil

Entregas de Moto Táxi para Londrina

Whatsapp: (43) 991271035
(43) 3028-8581
BLOG

O maior acervo de livros usados do Paraná

Carrinho (0)
Busca Rápida:
Blog Sebo Capricho
Clássicos da literatura para ler na escola
Toda Rede
13 de Fevereiro de 2021

 

Uma afirmação do youtuber Felipe Neto sobre livros causou recente polêmica nas redes sociais. Em um post no Twitter, o influencer afirmou que  “forçar adolescentes a lerem romantismo e realismo brasileiro é um desserviço das escolas para a literatura”. Para Felipe Neto, autores clássicos da literatura da língua portuguesa não são para adolescentes e, por isso, a leitura não deve ser forçada nas salas de aula, pois há o risco de acharem chato. 


 A jornalista e escritora Heloísa Aguieiras discorda de Felipe Neto. Grande admiradora da literatura portuguesa, ela conta que o seu primeiro contato com autores clássicos, como Machado de Assis e José de Alencar, aconteceu na escola. E, desde então, nunca deixou de admirá-los. Por isso, Heloísa defende que eles continuem presentes na sala de aula e ainda dá uma dica aos professores: que tal adotar novas estratégias para discutir literatura? Ao invés de provas e trabalhos, por que não debater os livros em sessões críticas e rodas de conversa?


Para gostar de ler


A paixão da jornalista pelos livros começou na infância, por meio da tradicional série Para Gostar de Ler. A coleção reúne crônicas curtas e divertidas de vários autores brasileiros, como os aclamados Rubem Braga e Fernando Sabino. Outra influência, segundo Heloísa, foi o irmão 11 anos mais velho que lia muito e a incentivava a mergulhar nos livros.


A escola, com certeza, também incentivou o hábito por meio das leituras obrigatórias que Felipe Neto acredita serem desnecessárias. Ela lembra com nostalgia dos fichamentos que fazia após finalizar a leitura dos livros indicados pelo professor, com informações sobre capa, editora, autor, um pequeno resumo da história e a crítica sobre o livro ao final. 


Se para muitos essa tarefa parece enfadonha, não era para Heloísa. Ao contrário, gostava muito desse trabalho e foi assim que leu e “fichou” Machado de Assis, José de Alencar, Graciliano Ramos e outros autores clássicos. Mesmo jovem, jamais se considerou despreparada para leituras densas e reflexivas. “Li ‘Angústia’, de Graciliano Ramos, e gostei muito. Penso que esses grandes livros inclusive merecem uma releitura na fase adulta”, opina. 


Helô.jpg
Créditos: Arquivo pessoal

 

O impacto da leitura


Nossa entrevistada conta que a leitura impacta a vida de forma profunda. Ela, inclusive, associa livros a pessoas que a presentearam ou foram presenteadas com diferentes obras. Uma lembrança importante é uma amiga - com quem não tem mais contato - que a presenteou com “Cartas ao jovem poeta”, de Rainer Maria Rilke, o que causou grande impacto. O escritor preferido de Heloísa é Fernando Pessoa, que lhe foi apresentado pelo irmão e cuja leitura foi incentivada pela mesma amiga.


Como toda leitora voraz, a jornalista tem hábitos bem pessoais na hora de ler. Um deles é anotar nos livros, por isso, ela prefere não emprestar seus exemplares. “Não sou apegada, mas prefiro que outras pessoas não leiam minhas anotações”, explica. 


Pedimos a Heloísa para listar cinco livros clássicos de sua coleção que os leitores do Blog do Sebo Capricho não podem deixar de ler. Confira:

 

Dom Casmurro - Machado de Assis

“É o clássico dos clássicos, imperdível e obrigatório.”


Livro do Desassossego - Fernando Pessoa

“Meu livro preferido da vida.”


Vidas Secas - Graciliano Ramos 

“É um retrato do Brasil que ainda hoje permanece atual.”


A Hora da Estrela - Clarice Lispector

“Um livro que denuncia os milhões de preconceitos que uma mulher sofre.”


A paixão Segundo G.H. - Clarice Lispector

“Uma viagem maravilhosa da mente de uma mulher incrível que é a nossa grande escritora brasileira.”


Aqui no Blog do Sebo Capricho, já contamos várias histórias de adolescentes e jovens que se apaixonaram por literatura na escola.Confira as dicas de Malu Ezarani!


Dicas para gostar de ler os clássicos

 

Compartilhe:
Deixe um comentário